Lista de projetos financiados pelo Fundo Ambiental

O Fundo Ambiental EKOenergia é mais antigo que a rede EKOenergia e que o rótulo EKOenergia. A rede EKOenergia tomou conta de um fundo existente do antigo rótulo ecológico de eletricidade Finlandês, gerido pela Associação Finlandesa da Conservação da Natureza Finlandesa.

Desde 2009, o Fundo Ambiental doou um total de 666.000€ para os seguintes projetos:

  • Requalificação do rio Vihtijoki, Sul da Finlândia 50.000€
  • Kaakon Jokitalkkari – “Zelador de Rios do Sudeste da Finlândia” 10.000€
  • Requalificação do rio Murronjoki, Centro da Finlândia 73.000€
  • Requalificação de rios da região de Saaristomeri, Sudoeste da Finlândia 15.000€
  • Requalificação do rio Norina, Letónia 4.000€
  • Projeto Mustionjoki, Finlândia 150.000€
  • Projeto “Pequenos riachos fazem grandes rios”, requalificação de rios em Ostrobothnia, Finlândia 100.000€
  • Populações piscícolas migratórias em Kainuu, Finlândia 15.000€
  • Salmões e trutas sem litoral em Pielinen, Finlândia 5.000€
  • Programa de investigação de rios regulados, Finlândia 150.000€
  • Requalificação do rio Murronjoki, Finlândia 50.000€
  • Requalificação de áreas de desova no rio Vuoksi, Finlândia 50.000€
  • Facilitação da migração de enguias no rio Göta Älv, Suécia 44.000€

Projeto de requalificação do rio Vihtijoki – Sul da Finlândia

Virho project Finland

Work party at Vihtijoki river

A EKOenergia financiou o projeto de requalificação do rio Vihtijoki com um donativo de 50.000€ em 2016. O objetivo do projeto é requalificar o rio Vihtijoki para que o salmão possa viver e desovar no rio novamente. Um outro objetivo é fazer do rio Vihtijoki um modelo para projetos de requalificação finlandeses futuros.

No passado, o rio Vihtijoki foi veemente utilizado para transporte de madeira por flutuação e os seus afluentes ficaram bloqueados. Têm havido diversas centrais hidroelétricas ao longo dos anos, mas a última teve que ser fechada recentemente para visar a recuperação das populações de trutas. Ainda são precisas mais 2 ou 3 passagens para peixes no rio.

“ A Virho tem vindo a fazer requalificações no rio Vihti há cerca de dez anos. No entanto, o apoio da EKOenergia leva os trabalhos de reabilitação para um novo nível. Na prática quer dizer que podemos começar a requalificar o canal principal do rio”, diz Markus Penttinen da Virho.

Em 2016, o programa vai desbloquear os afluentes, transportará pedras para o rio para providenciar abrigo para os peixes juvenis e criará novas zonas de desova com cascalho. O trabalho é completado em grande parte por voluntários: “Já arrastámos de forma manual e com trenós mais de 80 toneladas de pedras e de cascalho para os locais de requalificação”, diz Penttinen. Este trabalho difícil será recompensado no outono quando os salmões encontrarem os locais de desova restaurados.

As renovações irão beneficiar as trutas mas também outras espécies migratórias e caranguejos. No futuro o muito ameaçado mexilhão pérola de água doce pode potencialmente voltar para o rio. A biodiversidade aumenta quando os afluentes do rio estiverem abertos e o leito do rio voltará ao seu estado natural. Além disso, a estreita cooperação com os proprietários dos terrenos contribuirá para aumentar a sua atenção em como escolher as futuras práticas agrícolas e silvícolas, que serão sãos para o ecossistema do rio.

O público pode fazer parte dos grupos de trabalho que são organizados no Virho nos locais de requalificação no rio Vihti. Também haverá um evento público no Dia da Natureza Finlandês no fim de agosto.

Kaakon jokitalkkari – “Zelador de Rios do Sudeste da Finlândia”

River-restoration_E_K_Kalatalouskeskus_Muurikkalan_myllykoskiKaakon jokitalkkari, o objetivo do projeto “Zelador de Rios” é recuperar as populações de salmão nas águas do Sudeste da Finlândia. O projeto irá continuar a cada ano e o seu planeamento será definido em relação ao orçamento disponível e às opções de financiamento.

Com a ajuda do Fundo Ambiental da EKOenergia (10.000€ em 2015), o Zelador está a conduzir trabalhos de reabilitação em áreas próximas de barragens hidroelétricas que estão a impossibilitar a migração dos peixes. O projeto irá continuar a desenvolver pesquisas no âmbito das condições ambientais dos rios e utilizará os resultados para melhorar as condições do rio. O projeto está a ser implementado pelo Centro de Pesca da Carélia do Sul em conjunto com o Centro de Pesca Kymenlaakso.

Leia mais!

Requalificação do rio Murronjoki em Saarijarvi, Finlândia

O Fundo Ambiental já investiu um total de 73.000€ na requalificação do rio Murronjoki em Saarijarvi, no centro da Finlândia. O objetivo do projeto tem sido trazer trutas e lagostins europeus de volta ao rio. As verbas são originárias das vendas de energia hidroelétrica da companhia elétrica Vattenfall rotulada pela EKOenergia.

O rio Murronjoki tem sido severamente afetado pelas jangadas de madeira, piscicultura, silvicultura, agricultura e pelo controlo de cheias. As centrais hidroelétricas estão a obstruir a migração de trutas para o rio. As trutas da via aquática de Saarijarvi estão por isso mesmo dependentes da repovoação do mesmo.

Os últimos trabalhos de requalificação decorreram em 2015.O trabalho incluiu a colocação de pedras e de gravilha no rio para construir um habitat adequado para as trutas e para os lagostins.

Publicações: Murronjoen valuma-alueen puroinventointi 2012 (em finlandês)

Requalificação de rios da região de Saaristomeri pela Valonia, Sudoeste da Finlândia

Valonia é um Centro de Serviços para o Desenvolvimento Sustentável Energético no Sudoeste da Finlândia. Neste projeto, os rios na bacia fluvial de Saaristomeri em Kuninkoja, Paimionjoki, Uskelanjoki e Kiskonjoki-Pernionjoki foram requalificados. Valonia tem estado essencialmente focado em melhorar os habitats das trutas extremamente ameaçados. Durante os trabalhos de requalificação foram construídas áreas de desova e foram removidos obstáculos à migração dos peixes. Em 2015 a EKOenergia financiou o projeto com 15.000€.

Paralelamente aos trabalhos de requalificação, Valonia realizou pesquisas sobre as populações de piscícolas utilizando equipamento de pesca com meios elétricos e sobre a situação dos sistemas fluviais e monitorizaram a qualidade das águas. Fizeram ainda estudos acerca das áreas de desova das trutas para recolha de dados e para monitorização dos efeitos dos trabalhos de requalificação. Os resultados preliminares são promissores. Os dados recolhidos serão utilizados em futuras seleções de áreas de requalificação.

Além disso, Valonia organizou um evento público sobre como melhorar a qualidade das águas no Sudoeste da Finlândia. Uma parte importante do projeto foi o envolvimento de voluntários. Durante o projeto, Valonia organizou uma grande rede de pessoas interessadas na requalificação de rios.

Requalificação do rio Norina, Letónia

Dam_removal_norina

Dam removal, Norina river

O rio Norina no norte da Letónia tem aproximadamente 11 quilómetros de comprimento e é um afluente da margem esquerda do rio Salaca. O rio está localizado no Parque Natural do Vale de Salaca. O projeto de requalificação do rio Norina foi financiado com 4000€ em 2015 pelo Fundo Ambiental.

A requalificação do caminho migratório de peixes salmonídeos no rio Norina é particularmente importante porque a bacia hidrográfica do rio Salaca é o quarto rio mais produtivo de salmonídeos no Mar Báltico. Prevê-se que o rio Norina seja principalmente utilizado como zona de desova pela truta marisca.

Os trabalhos de requalificação tiveram lugar na área que vai desde a antiga barragem até à convergência do rio Norina com o rio Salaca. Os trabalhos de requalificação terminaram em 15 de outubro de 2015 com uma atividade de limpeza. Neste projeto trabalharam representantes do Fundo Letão para a Natureza que coordenaram os trabalhos de requalificação, a Comissão de Proteção da Natureza e outros amigos da natureza. Durante a limpeza a antiga barragem foi demolida, permitindo assim a migração dos salmonídeos rio acima até à sua zona de desova. Este foi um momento histórico uma vez que os peixes não tiveram a possibilidade de subir o rio durante cerca de 100 anos devido à barragem.

Clique aqui para ver imagens das atividades de requalificação.

Clique aqui e aqui para ver dois vídeos no Youtube sobre as atividades de requalificação na Letónia (com legendas em inglês, originalmente transmitidas na televisão letónia).

Projeto Mustionjoki

O Rio Mustionjoki é uma parte da bacia de Karjaanjoki e está situado na região de Uusimaa, no sul da Finlândia. Ele flui desde o Lago Lohjanjärvi até à baía de Pohjanpitäjälahti e tem cerca de 25 quilómetros de comprimento. Existem quatro estações hidroelétricas no rio (Åminnefors, Billnäs, Peltokoski e Mustio’s iron mil), que estão a impedir a migração ascendente dos peixes. Uma população de mexilhão-de-rio ameaçada (Margaritifera margaritifera) necessita de salmonídeos migratórios que tragam de volta os seus ovos rio acima.

Além disso, outras espécies raras e ameaçadas estão a reproduzir-se na área, tais como o mexilhão-de-rio (Unio crassus), uma alga rara (Hildenbrandia rivularis) e a ave comum guarda-rios (Alcedo atthis). O Rio Mustionjoki também é importante para a proteção da natureza porque ainda existem diversos riachos quase naturais na área. O rio faz parte da Rede Natura 2000 UE.

A EKOenegia financiou 150.000€ para conduzir uma avaliação dos múltiplos critérios do Rio Mustionjoki, comparando diferentes medidas para melhorar a situação das populações de mexilhão-de-rio e de salmão. Os resultados desta avaliação vão ajudar na tomada de decisão sobre qual o próximo passo, incluindo a construção da passagem para os peixes.

Para mais informação sobre o projeto visite a página web (em finlandês), www.sll.fi/mustionjoki.

A EKOenergia também iniciou uma campanha adicional para promover os projetos de passagem para os peixes no Mustionjoki. O nome da campanha é Eletricidade para Passagem dos Peixes. Para mais informação sobre a campanha clique aqui.

Publicações:

Projeto “Exemplos de riachos para reprodução”

Illustration_river_restoration_FANC_FinlandO projeto “Puroista syntyy virta” melhorou a migração e as condições de reprodução para os salmões em Isojoki-Lapväärtinjoki (Pohjanmaa) e em Karvianjoki (Satakunta). O projeto recebeu 100.000€, originários das vendas da Nordic Green Energy (Energia Ecológica Nórdica) da EKOenergia.

O projeto foi gerido pela Associação Finlandesa da Conservação da Natureza.

Para mais informação sobre o projeto visite a página web (em finlandês e em sueco).

Publicações: Relatório final (pdf em finlandês e em sueco).

Populações migratórias de peixes em Kainuu – Kainuun vaelluskalahanke

kainuun vaelluskalahankeA EKOenergia providenciou 15.000€ cofinanciados pela EU ERDF Programa Operacional em Kainuu, Finlândia.

Página web do projeto (em finlandês).

Publicações:

Pielinen land-locked salmon and trout

pielinen mapBefore the construction of hydroelectric plants, land-locked salmon was an important livelihood for locals living on the project area. By the end of the 1600s traditional Finnish dam fishing was already being practised without major impacts on the spawning process. Saimaa’s land-locked salmon used to spawn in the River Pielisjoki and Koitajoki while the Pielinen population used to spawn in the River Lieksanjoki.

The project aims to return salmon to its natural life cycle.

EKOenergy provided €5,000 co-funding for this EU ERDF Operational Program in Northern Karelia, Finland. The overall budget was €432,100.

Project website (in Finnish)

Regulated Rivers Research Program of Games and Fisheries Research Institute

iijoki_radiotelemetriaEKOenergy provided €150,000 co-funding for this research program conducted by the Finnish Game and Fisheries Institute. The total budget of the research program was 1.4 million Euros. The topics of the research program are:

  • Fishways and restoration of migratory fish populations
  • The effects of river restoration and watershed land use on fish populations
  • The social, economic and cultural issues in the restoration migratory fish populations

Project website in English

Publications:

Restoration of spawning areas in Vuoksi River, Finland

The Vuoksi River runs in the northernmost part of the Karelian Isthmus from Lake Saimaa in south-eastern Finland to Lake Ladoga in north-western Russia. The river enters Lake Ladoga in three branches, an older main northern branch at Priozersk (Käkisalmi), a smaller branch a few kilometres to the north of it, and a new southern branch entering fifty kilometres further south-east as Burnaya River (Finnish: Taipaleenjoki), which has become the main stream in terms of water discharge.

Vuoksi has two hydropower plants in Finland: Tainionkoski (62 MW), Imatra (170 MW) and two hydropower plants in Russia: Enso-Vallinkoski (100 MW), Lesogorsk/Rouhiala (100 MW).

The project restores spawning areas of trout and grayling between Tainionkoski and Imatra hydropower stations. The total budget of restorations was €50,000.

Eel migration projects of Göta Älv, Sweden

lillån news cutEKOenergy has provided €44,000 (375,000 SEK) funding for eel migration projects of Göta Älv. The funds originate in Vattenfall hydropower sales in Finland. The project has been supervised by Bra Miljöval label and Naturskyddsföreningen, which is the biggest environmental NGO in Sweden.