EKOenergia e a contagem de carbono

A energia rotulada de EKOenergia cumpre as condições exigidas para o relatório do CDP e é compatível com outros padrões que produzem relatórios, tais como o Protocolo de Gases com Efeito de Estufa (Greenhouse Gas Protocol). Veja abaixo como estas iniciativas se referem a EKOenergia. Poderá também encontrar o nosso resumo do Guia do Âmbito 2 do Protocolo de Gases com Efeito de Estufa no final desta página.

Ao comunicar sobre o uso de EKOenergia, a pegada de carbono não deve ser o foco principal; em vez disso, os outros benefícios e impactos adicionais que EKOenergia providencia podem ser destacados. Leia mais sobre o impacto positivo de EKOenergia na página EKOenergia para a sua empresa, ou confira o brand book de EKOenergia para saber mais sobre como os usuários de EKOenergia podem comunicar sobre a sua escolha.

CDP

O CDP trabalha com 6000 das maiores empresas do mundo. A organização ajuda estas empresas a calcular as suas emissões de carbono e a desenvolver estratégias de redução de emissões de carbono eficientes.

Nas páginas 15 e 16 das suas notas técnicas para a contabilização das emissões do âmbito 2 (ou seja, emissões relacionadas com a produção de eletricidade e calor adquiridos), o CDP explica como as empresas podem fazer mais:

“Rótulos ecológicos são uma maneira para as empresas fazerem mais com as suas compras. O Guia do Âmbito 2 do Protocolo de Gases com Efeito de Estufa menciona o rótulo EKOenergia como uma opção, pois é uma marca de qualidade que é colocada nos certificados de rastreio. Energia vendida com o rótulo EKOenergia cumpre critérios ambientais rigorosos e angaria fundos que serão utilizados em novos projetos de energia renovável. Envolvimento, transparência e ‘ações, não palavras’ são princípios importantes do trabalho de EKOenergia.

Greenhouse Gas Protocol Scope 2 Guidance (Guia do Âmbito 2 do Protocolo de Gases com Efeito de Estufa)

Greenhouse_Gas_Protocol_logo

O Greenhouse Gas Protocol (Protocolo de Gases com Efeito de Estufa) é um padrão mundial para contagem de carbono. É um produto conjunto do World Resources Institute e do World Business Council for Sustainable Development.

Em janeiro de 2015, o Secretariado do Protocolo de Gases com Efeito de Estufa publicou um Guia sobre como fazer a contagem de emissões de carbono de eletricidade e do calor comprados. Na ‘terminologia da pegada de carbono’, estas emissões são conhecidas como emissões do Âmbito 2. Daí o nome do documento: Guia do Âmbito 2.

O Guia faz referência a EKOenergia diversas vezes. O capítulo 11, que encoraja as empresas a tomar passos extra, menciona o Fundo Climático de EKOenergia.

Resumos do Guia do Âmbito 2

O nosso resumo do Guia do Âmbito 2 do Protocolo de Gases com Efeito de Estufa está disponível em vários idiomas. O documento possui também um glossário.